1 Ano de Governo Bolsonaro e Minha Opinião

O ano de 2019 foi muito bom para o governo Bolsonaro, porém tivemos alguns obstaculos pela frente. Confira os feitos do governo esse ano.


-Baixou de 39 para 22 ministérios, gerando economia para os cofres públicos.
-Nenhum de seus ministros foram por indicação política, mas sim por serem especialistas no cargo.
-Criou a PEC da Previdência para cortar privilégios de políticos, militares e funcionários públicos. Agora, quem ganha mais paga mais, quem ganha menos paga menos.
-Desvendou as fraudes no Bolsa Família onde os benefícios iam para empresários, funcionários fantasmas e pessoas mortas.
-.Criou o 13° salário para beneficiários do Bolsa Família.
-A China passou a ganhar maior importância nos planos da gestão Bolsonaro, para tanto, acordo entre ambas nações foi firmado com entendimentos nas áreas de política, economia, comércio, agricultura, inspeção sanitária, transporte, saúde e cultura, para o presidente Bolsonaro, “essa relação bilateral em várias áreas é muito bem-vinda”.
-.A facilitação ao acesso às armas foi tema recorrente no primeiro ano de Governo Bolsonaro, somente nos seis primeiros meses de mandato, o presidente editou sete decretos sobre posse e porte de armas no Brasil, entre derrubadas e manutenções de decretos, Bolsonaro sancionou projeto de lei que permite posse de armas em propriedade rural.
-.Cortou 21 mil cargos comissionados, estimando uma economia de R$ 195 milhões.
-.Cancelou o projeto de criptomoeda indígena de R$ 45 milhões.
-.Gerou saldos positivo nas contas do Governo de R$ 30,2 bilhões em três meses.
-Diminuiu o teto da lei Rouanet de R$ 60 milhões para R$ 1 milhão por projeto.
-Exonerou o seu próprio Ministro (Bebianno) e mandou que a Polícia Federal investigasse seu partido.
-Fez a maior aliança entre Brasil e Estados Unidos, recebendo o compromisso do Presidente Trump de turbinar economicamente as relações entre os países.
-Mostrou ao mundo como a esquerda deixou o Brasil depois de 20 anos, ao postar um vídeo em seu twitter com cenas imorais de foliões em local público.
-Fez o Brasil ser aceito pelos Estados Unidos como aliado extra-Otan. A medida amplia o status da parceria militar entre os dois países.
-Criou 841,5 mil empregos formais de janeiro a outubro. O resultado é 6,45% maior que o registrado no mesmo período de 2018, e o representa o melhor índice desde 2014.
-Anunciou que irá criar um escritório de negócios em Jerusalém que se dedicará a promover o comércio, investimentos e intercâmbios em tecnologia e inovação entre os dois países.
-Assinou MP que cria pensão vitalícia para crianças com microcefalia decorrentes do Zika; pagamento será de um salário mínimo.
-Fez uma aliança jamais vista com Israel, firmando acordo nas áreas de defesa, serviços aéreos, prevenção e combate ao crime organizado, ciência e tecnologia e um memorando de inteligência em segurança cibernética.
-Bolsonaro assinou decreto que mantém sigilo de dados de quem denunciar irregularidades no governo. Atualmente, dados do denunciante podem ser compartilhados entre órgãos do governo. A intenção da nova norma é estimular participação da população em denúncias.
-Assinou um acordo que permite aos Estados Unidos lançar satélites da Base de Alcântara, gerando uma economia de centenas de milhões de dólares por ano.
-Anunciou a inclusão de autistas no Censo 2020; atualmente, não existem dados oficiais sobre as pessoas com transtorno do espectro autista (TEA) no Brasil.
-Iniciou o processo de digitalização de documentos do governo, gerando economia de bilhões em poucos anos.
-Firmou um acordo entre Brasil e Argentina, em áreas como: comércio e investimentos, segurança pública, infraestrutura, ciência e tecnologia, cooperação nuclear, energia e mineração.
-Assinou um acordo que permite aos Estados Unidos lançar satélites da Base de Alcântara, gerando uma economia de centenas de milhões de dólares por ano.
-O Balanço da Justiça mostrou queda de 23% no número homicídios no primeiro bimestre de 2019, em comparação com o mesmo período de 2018.
-Governo Bolsonaro reduziu de 18% para zero a 2% os impostos para importação de medicamentos para tratamento de pacientes com câncer e HIV, além de determinados tipos de fraldas e absorventes.
-Agora, o Governo tem apenas um canal na Internet chamado Gov.br. O decreto estima economia de R$ 100 milhões por ano.
-Em Abril o Governo liberou R$ 2 bilhões para conclusão de obras e manutenção de estradas.
-O turismo de negócios teve alta de 14,7% no primeiro semestre do Governo Bolsonaro, segundo os dados da Abracorp.
-Bolsonaro assinou a MP da Liberdade Econômica, que diminuiu a burocracia sobre empresas e startups, estimulando o empreendedorismo, a competitividade e a economia do Brasil.
-Bolsonaro criou a Lei nº 13.846 que combate fraudes previdenciárias e que vai gerar uma economia acima de R$ 100 bilhões em 10 anos.
-Realizou parcerias que beneficiam o Mercosul após reunião do G-20 no Japão, podendo gerar investimento de bilhões em território nacional.
-O número de invasões do MST em campos caiu de 56 em 2016, para apenas 1 em 2019.
-O Ministério do Desenvolvimento Regional desenvolveu a iniciativa "Polos de Agricultura Irrigada", aumentando a produtividade. O foco é gerar emprego e renda, alavancar desenvolvimento dos setores produtivos, organizando esforços e investimentos.
-Junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia, iniciou o processo de instalação de máquinas que transformam água do mar em em água potável para o Nordeste, ação somente possível após estreitamento de laços com Israel, país que domina tal tecnologia.
-No primeiro trimestre de 2019 foi registrado aumento de 24% do aumento de movimentação de matérias-primas das indústrias do segmento no Estado, totalizando 329.917 toneladas de produtos.
-Prosseguiu o decreto que aplica critério da Ficha Limpa para nomeação de cargos em comissão.
-O Brasil criou mais de 129 mil vagas de emprego formal, no melhor mês de Abril em 6 anos.
-Redigiu a MP que altera a cobrança da taxa sindical, deixando-a de ser obrigatória.
-Ganha apoio dos EUA e Israel para entrada na OCDE, bloco de cooperação mútua com as maiores economias do mundo. Vai na contramão de governos anteriores que visavam políticas ideológicas, como o Foro de SP, que sempre priorizou o Mercosul.
-O Ministro da Justiça, Sérgio Moro, inaugurou o Centro de Inteligência Nacional. O objetivo é ampliar a troca de informações entre forças policiais, reforçando o combate ao crime organizado e tráfico de armas e drogas.
-Extinguiu centenas de conselhos de administração pública, que servem de cabides de emprego e geram travamento da máquina pública; medida irá gerar economia de bilhões em gastos desnecessários.
-O Ministério da Ciência e Tecnologia levou Internet para 1 milhão de alunos no Nordeste.
-Nos primeiros 8 meses do governo Bolsonaro, os homicídios caíram 22% em relação ao mesmo período de 2018, segundo os números do Sinesp.
-O programa "Cisternas" do Ministério da Cidadania está entregando reservatório de água em escolas e propriedades rurais. Mais de 530 mil crianças e adolescentes serão beneficiados.
-O roubo de veículos também despencou no primeiro quadrimestre do Governo Bolsonaro. Queda de 27,5% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo os números Sinesp.
-O Ministério da Educação fez um contingenciamento de 3,5% dos recursos nas universidades.
-Aumento de 158% na apreensão de cocaína no primeiro semestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2017 e de 92% em relação ao mesmo período de 2018.
-O Governo sancionou a lei que dá permissão a autoridades policiais de conceder medidas de urgência à mulheres com vida ou integridades físicas ameaçadas, na ausência de um juiz de plantão ou indisponibilidade de uma delegacia em seu município.
-Assinou decreto que possibilita a conversão de multas ambientais simples em serviços de preservação, melhoria e recuperação do meio ambiente, visando agilizar as cobranças.
-Foi aprovada a Medida Provisória 863, que libera capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras. A tendência é aumentar os efeitos da competitividade e do livre mercado, gerando maior economia, melhores serviços e menores preços.
-O índice de roubo a bancos também despencou no Governo Bolsonaro, alcançando queda de 38,5% nos primeiros 4 meses em relação a 2018, assim como como roubo de carga, que caiu 27,3% para o mesmo período, segundo os números do Sinesp.
-O Ministro da Saúde (Henrique Mandetta) encontrou o estoque de remédios para doenças raras e transplantados, zerados no início de Janeiro. O gasto anual com esses medicamentos é próximo de R$ 15 bilhões.
-Foi feito pelo Governo Bolsonaro um acordo de livre comércio entre o Mercosul e a Associação Europeia de Livre Comércio (Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein), que elevará o PIB do Brasil em US$5,2 bilhões em 15 anos.
-Foi aprovada a Medida Provisória 871, que combate fraudes no INSS. A economia estimada é de R$ 10 bilhões por ano.
-Criou o programa Inovação Educação Conectada, para fornecer internet para 3 milhões de estudantes até o fim de 2019, principalmente na região nordeste.
-A Fiat Chrysler irá investir R$ 16 bilhões no Brasil até 2024, o maior ciclo de investimento da empresa em nosso país. A estimativa é de 16 mil novos empregos, diretos e indiretos.
-Iniciou a construção de colégios militares, tendo como objetivo um por cada estado até o fim de seu mandato. Ensino de reconhecida excelência diante dos resultados nacionais e internacionais.
-O CDS de 5 anos (custo do contrato de swap de default de crédito, na sigla em inglês) do Brasil caiu para 109,96 pontos nesta quarta-feira (11/12/2019); o patamar atual é o menor desde 9 de maio de 2013, quando atingiu 109,17 pontos. O CDS é a medida usada para calcular o risco-país, indicador que aponta a confiança de investidores internacionais no país. Quanto menor o índice, maior a confiança dos investidores internacionais.
-O Ministério da Economia através do Tesouro Nacional, obteve a marca de 1 milhão de investidores e 4 milhões de cadastrados no mês de Abril, no programa Tesouro Direto.
-Após abrir mercado de carne para a Indonésia, ampliando para a China e introduzindo o leite brasileiro e seus derivados no Egito, o Ministério da Agricultura fechou acordo com a Arabia Saudita para exportação de frutas, castanhas e derivados de ovos; estima-se potencial de U$$ 2 bi.
-O Governo sancionou a lei que autoriza internação compulsória de dependentes químicos, podendo ser solicitado pela família ou responsável legal.
-O Ministério da Economia anunciou a devolução de R$ 3 bilhões da Caixa Econômica ao Tesouro Nacional, que será utilizado para aliviar a dívida pública. É a primeira vez na história do Banco que isso acontece.
-Mais de 30 anos depois, o Exército concluirá o asfaltamento da BR 163.
-Com as reformas aprovadas, quer levar a descentralização do poder nas mãos da união, permitindo maiores recursos financeiros aos Estados e municípios. Verdadeiros conhecedores dos problemas de cada região.
-O Brasil receberá de volta quase R$ 820 milhões de empresas condenadas pela operação Lava Jato.
-Abriu a caixa-preta do BNDES. Terminou o ciclo de empréstimos bilionários a países que não podem cumprir acordos com o dinheiro público, meramente para se manterem no poder.
-O Governo lançou a linha de crédito de R$ 1 bilhão para hospitais filantrópicos. Resultado de parceria entre o BNDES e o Ministério da Saúde, destinando financiamentos a instituições sem fins lucrativos que prestam atendimentos aos usuários do SUS.
-O Ministério de Direitos Humanos vem enxugando milhões de reais com gastos desnecessários, impedindo contrato de dezenas de milhões de reais criptomoedas para índios. Identificação de aeronaves destruídas que foram adquiridas via recursos públicos e atualmente abandonadas em aeroportos.
-O Conselho Nacional de Trânsito, presidido pelo Ministério da Infraestrutura, decidiu acabar com a obrigatoriedade do uso de simuladores para tirar a habilitação. O custo da CNH será reduzido em aproximadamente R$ 300.
-O Presidente assinou a Medida Provisória que simplifica e desburocratiza a venda e utilização de bens apreendidos do tráfico em políticas de prevenção e combate ao crime organizado.
-Junto ao Ministério da Economia, vitória inicial no caso do desenvolvimento de energia, iniciando processo de privatização e barateamento ao consumidor.
-Redução do número de invasões de terras, sufocando o ativismo ideológico e criminoso de tais irresponsáveis. 43 em 2018 e uma neste ano.
-Mesmo sendo travado por outros setores do poder público, em seu governo, os índices de criminalidade e morte de policiais vem caindo significativamente.
-Assina ato que impede qualquer sigilo de operações de créditos bancários, como o que ocorria no BNDES, BB e Caixa.
-Acabou a necessidade de vistos para turistas dos EUA, Japão, Canadá e Austrália, obtendo resultados imediatos significativos diante do ato.
-Pacote anti-crime facilitando o trabalho das policias e punindo com mais rigor criminosos.
-Via Ministério da Infraestrutura já passou para a iniciativa privada a administração de mais de 23 rodovias, portos, aeroportos e ferrovia em todo Brasil. E muito mais está por vir.
-Expande acordos comerciais com a China, União Européia e EUA.
-Viabiliza a captação de bilhões de reais via acordos com fins pacíficos com todo o mundo, após acordo de lançamento de satélite pela base área de Alcântara. Depende ainda da aprovação do Congresso.
-Empresas internacionais voltam à confiar no Brasil, instalando sedes em todo território nacional, mas principalmente na região nordeste.
-Quer reduzir impostos de produtos importados, como smartphones e tablets. Depende do Congresso.
-O alinhamento histórico com as maiores potências do mundo, como EUA, só tende a crescer. Ampliação do leque de opções gerando concorrência e barateamento de produtos, empregabilidade e desenvolvimento. O crescimento do Brasil para brasileiros e para o mundo incomoda o Foro de SP. https://www.youtube.com/watch?v=43WrihHtEcY.
-O Ministério de Direitos Humanos vem enxugando milhões de reais com gastos desnecessários, impedindo contrato de dezenas de milhões de reais criptomoedas para índios. Identificação de aeronaves destruídas que foram adquiridas via recursos públicos e atualmente abandonadas em aeroportos.
-O Presidente Bolsonaro destinou 67 novas ambulâncias para o Ceará por meio do Ministério da Saúde. A entrega dos veículos foi realizada pelo Governo do Estado aos prefeitos de municípios. Já são 708 em todo Brasil desde o início da gestão Bolsonaro, com investimento de R$ 134 milhões.
-A INÉDITA MACIÇA diversificação dos modais de transporte de carga a todo vapor: Outubro de boas notícias para o Porto de Vitória/ES. Entre janeiro e setembro de 2019, a movimentação de contêineres no terminal saltou 13,8% se comparado ao mesmo período de 2018.
-O Ministério do Desenvolvimento Regional financia R$ 268 milhões para modernizar e reparar serviços de saneamento básico em Campinas (SP). O recurso federal garante substituição de estruturas e melhora na eficiência do sistema de controle de perdas de água.
-BC aponta crescimento do PIB no 3•trimestre e aceleração nos próximos meses. A taxa básica de juros deve encerrar 2019 em 4,5% ao ano. Ainda há muito o que fazer! Os indicativos apontam que o Governo Bolsonaro ruma para o caminho certo! O colegiado aponta ainda que a liberação de recursos do FGTS e do PIS-PASEP vão reforçar o crescimento da economia brasileira no último trimestre deste ano. As projeções constam na ata divulgada pelo Comitê de Política Monetária (Copom).
-Governo Bolsonaro no Turismo. A liberação de vistos aumentou a visita de turistas estrangeiros no Rio de Janeiro e Brasil. Empregos e crescimento dos negócios. Ainda há muito o que fazer.
-O Ministério da Educação lança o “programa Educação em Prática”, que alia o ensino fundamental à prática da educação geral e premiação, mais uma vez, à instituições do projeto. Com currículos apropriados, O MEC também anunciou a criação de 500 novas escolas de educação integral.
-23 startups abrem vagas de emprego. Entre cargos estão desenvolvedor, analista de marketing e programador web, analista de marketing digital e conteúdo, analista de atendimento, web developer e representantes de seguros. O mercado vai ganhando confiança e gerando empregos!
-Em Rondônia, o Porto hidroviário de Cai n’Água, que estava parado há tempos, voltou a funcionar em outubro. O terminal é vital para o transporte de passageiros e escoamento de cargas dos pequenos produtores da região. Trabalho do Ministério da Infraestrutura progredindo a vida das pessoas!
-Entregamos esta semana, ao lado do Governador Caiado , 214 ônibus escolares que vão atender 13 mil estudantes de 133 municípios goianos. Esses veículos chegaram por meio do trabalho conjunto entre poderes, emendas do então senador e outros parlamentares da bancada goiana!
-Mais uma novidade diretamente do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação : a criação do Centro de Inovação de Tecnologias Assistivas em Uberlândia/MG. O Poder público, faculdade e empresas privadas juntos no desenvolvimento de tecnologias e técnicas que proverão assistência e reabilitação para pessoas com deficiência.
-Nosso Governo dá um passo gigante para o crescimento da cabotagem (navegação porto-a-porto pela costa). A Câmara de Comércio Exterior (CAMEX) aprovou nossa proposta de reduzir de 14% para 0% a alíquota de importação na aquisição de embarcações utilizadas para este segmento. Redução de custo na aquisição de frota de no mínimo 40%. Passo enorme para quem quer investir no setor, gerar empregos, movimentar toda a cadeia produtiva e ampliar a participação da cabotagem de transportes do Brasil. Vem mais novidades aí!
-Revogado o Decreto que proíbe o plantio de cana-de-açúcar no Amazonas. O decreto existia antes das regulamentações criadas posteriormente e que terão que ser respeitadas em harmonia com o meio ambiente. Manaus, Rio Preto da Eva e Itacoatiara terão mais empregos e renda. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, senadores e deputados do estado do Amazonas, nossos parabéns pelo empenho do desenvolvimento da região.
-Avança a ideia do Ministro Gustavo Canuto – utilizar energia de placas solares para bombear água do ‘Velho Chico’ até os reservatórios do “Projeto São Francisco” – podendo reduzir o custo da operação em até 25% para Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.
-A produção de veículos cresceu 16,6% em outubro. O número representa uma elevação de 9,6% em comparação a outubro de 2018. Nos primeiros dez meses do ano houve aumento de 3,6% em relação aos fabricados de janeiro a outubro do ano passado.
-No acumulado em 12 meses, o IPCA recuou para 2,54%, ficando ainda mais abaixo da meta de 4,25% para o ano, o que reforça a probabilidade para a redução da taxa básica de juros.
-Inflação fica em 0,10% em outubro. A menor taxa desde 1998.
-O Brasil amplia relações internacionais gerando empregos, aumentando a produção e serviços que beneficiam a população (Indonésia, China, Emirados Árabes, Arábia Saudita e outros países).
-Ampliação do PROFESP. Decreto garante aumento do orçamento ao Programa esportivo atende 36 mil jovens em condições de vulnerabilidade e será expandido. Dinheiro do pagador de imposto retornando a quem de fato faz jus. O PROFESP é um Programa desenvolvido pelo Ministério da Defesa, Marinha, Exército e Força Aérea , e com os Ministérios da Cidadania e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, melhorando a qualidade de vida de jovens e de crianças carentes, promovendo a inclusão social.
-Hospitais Universitários de 22 estados e do DF recebem do Ministério da Saúde R$ 79,5 milhões em recursos para a melhoria dos atendimentos e reestruturação dos serviços. Já foram repassados só neste ano R$ 238,6 milhões a 48 hospitais universitários de todo o país.
*300 DIAS DE GOVERNO (1)
- Queda recorde de homicídios
- Redução de estupros
- Recorde de apreensão de drogas
- 761 mil empregos formais
- Juros em mínima histórica de 5%
- Acordos históricos
- Redução do Estado
-Acordo histórico da Base de Alcantâcara-MA, ainda faltando aprovação do Senado.
*300 DIAS DE GOVERNO (2)
-Nova Previdência
-13º do Bolsa Família
-Projeto Future-se (Ampliando os investimentos em educação)
-Abertura do mercado da aviação barateando passagens internacionais
-Lei da liberdade econômica
-Digitalização de serviços. Agilidade ao usuário, bilhões de reais em economia e pensamento no Meio Ambiente.
-Lei para agilizar uso de bens e recursos apreendidos do tráfico de drogas.
-300 DIAS DE GOVERNO- Infraestrutura (3)
Destaque nos números do nosso programa de concessões: 12 Aeroportos, 13 Terminais Portuários, 01 Ferrovia Norte-Sul, 01 BR-364/365 (Jataí-Uberlândia) e atuação em todo Brasil. R$ 5,8 bi em outorgas para o Brasil, R$ 11,9 bi em investimentos.
-Mais de 980 mil pessoas receberam novas moradias em 300 dias do Governo Federal. Os investimentos do Ministério do Desenvolvimento Regional em habitação alcançaram R$ 3,49 bilhões. Ações para oferta de água no Nordeste e revitalização do Rio Araguaia também são destaques.
-Porto do Itaqui/Maranhão é um dos principais portos do país. Entre janeiro e agosto de 2019, movimentou 18,20% a mais do que a carga movimentada no mesmo período de 2018. Confiança, reação nos investimentos e produtor, maior giro de insumos e geração de empregos.
-Instituto Militar de Engenharia faz pedido de  adesão ao Projeto Future-se, do Ministério da Educação.
-Presidente Bolsonaro e Presidente da FIESP na China, ampliando os laços comerciais entre os dois países.
-Formatura de 500 novos policiais federais que estarão atuando nos próximos dias no combate à corrupção e integração entre as forças de segurança de estados e municípios. 
-O Ministério da Economia liberou recursos garantindo 100% das bolsas do CNPq. Organização e enxugamento dos gastos gigantescos do passado para focar aonde podemos crescer. Foram R$ 250 milhões: importância da comunidade científica nacional.
-A China habilitou mais sete plantas de Santa Catarina para exportação de miúdos suínos. A habilitação é resultado das tratativas realizadas durante viagem ao país asiático no fim de outubro. Empregos e aumento da produção.
-O Ministério da Educação liberou R$ 115 milhões para ampliar o “Programa Educação Conectada”. Mais de 24,5 mil escolas públicas passam a ser atendidas com internet banda larga no 🇧🇷, proporcionando aos alunos um melhor aprendizado. Ampliaremos ainda mais!  
-O Projeto- piloto “EM FRENTE BRASIL”, criado em nosso governo, reduz assassinatos em 47%, nas 4 das 5 cidades em que foram aplicadas, se comparados setembro e outro de 2018 e 2019 : -73% (Ananindeua/PA), -59% (Goiânia/GO), -25% (Paulista/PE), -11% (Cariacica/ES). Desenvolvendo e aperfeiçoando!

Não foi só isso, o governo Bolsonaro fez muito mais em 1 unico ano, para ver é só pesquisar no Google.

Na minha opinião o governo Bolsonaro acertou bastante, mas teve alguns erros como os Juiz de Garantias, talvez sim, talvez não, mas vamos continuar apoiando, fazendo e torcendo pelo nosso governo.

Comentários